Dizem que correr está na moda

Se não conseguem correr, não se preocupem: comecem por fazer caminhadas regulares de 30 a 60 minutos. A seguir caminhem 5 ou 10 minutos e depois vão alternando 2-3 minutos de caminhada com 2-3 minutos de corrida até fazerem 30 minutos.

Partilha

LUÍS MARQUESFOTO

Personal trainer

lmarques.personaltrainer@gmail.com

 

Ouvimos frequentemente que a corrida está na moda, que é um vício e que liberta o stress. Há mais gente a correr, existem muitas provas, temos pessoas a correr antes do sol nascer, pessoas a correr quando muitas já estão a dormir e alguns passaram de sedentários a maratonistas.

Ao mesmo tempo, como passamos a vida a correr ficamos sem tempo para a corrida ou para o exercício físico – e a meta, muitas vezes, acaba por ser o sofá.

Porque corremos? Nascemos para correr e para nos movimentarmos: é simples, natural, desafiante e gratificante. Exige pouco equipamento, pode ser em qualquer local e a qualquer hora, individualmente ou em grupo, por atletas ou sedentários, é gratuito e faz-nossentir livres. Praticada de uma forma regular, melhora a condição cardiorrespiratória, fortalece os ossos, músculos e articulações, regula a pressão arterial, ajuda no controlo de peso e reforça o sistema imunitário.

A cada minuto ou cada quilómetro a motivação aumenta, a sensação de bem-estar proporcionada pela libertação de endorfinas é maior, o stress e a ansiedade diminuem e, os benefícios para o cérebro e para a saúde aumentam. Através da corrida podem conhecer cidades e serras, ruas e trilhos, enquanto fazem amizades, superam os vossos limites e ganham energia para enfrentar os desafios do dia a dia.

Se não conseguem correr, não se preocupem: comecem por fazer caminhadas regulares de 30 a 60 minutos. A seguir caminhem 5 ou 10 minutos e depois vão alternando 2-3 minutos de caminhada com 2-3 minutos de corrida até fazerem 30 minutos. Vão aumentando gradualmente o tempo de corrida e diminuindo o de caminhada até conseguirem os 30 minutos seguidos.

Na fase seguinte podem pensar em realizar 5km e definir os 10km como objectivo. A partir daqui é necessária uma preparação mais específica. Como correr não é só correr, é importante fazer aquecimento, alongamentos e exercícios de fortalecimento muscular, para prevenir lesões e evoluir em segurança.

Podem correr em qualquer local, mas numa fase inicial, devem correr em plano, num piso mais suave (menos duro) e regular, em zonas seguras, sem trânsito e de preferência em espaços agradáveis.

Em Coimbra, o Parque Verde, a Mata do Choupal, o Vale das Flores e o percurso da Quinta da Portela podem ser locais bons para começar. Para quem é mais experiente e pretende desafiar-se mais, pode explorar as diversas zonas da cidade – por exemplo: subir e descer pelas ruas da Alta de Coimbra, ir até à Mata de Vale de Canas e descobrir os seus vários trilhos ou ir até Santa Clara, subir e desfrutar das vistas para a torre da Universidade e para o Mondego.

O mais importante é organizarem-se para correrem menos no dia a dia e menos para o sofá, de modo a que tenham mais tempo para correrem (ou caminharem) mais no lazer e ao ar livre. Se não for uma atividade que vos motive e proporcione prazer e bem-estar, felizmente, há muito para fazer e por onde escolher.

Bons treinos!

Mais Histórias

Os mais lidos do ano e uma piscadela de olho para 2022

Mesmo que meio às cambalhotas, com esta pandemia que parece não dar tréguas, chegamos ao fim de mais um ano de coração cheio e com a sensação de missão cumprida. Teimámos em manter as mangas arregaçadas e isso, juntamente com os encontros que foram acontecendo e as boas energias que nos foram chegando desse lado, […]

quote-icon
Ler mais small-arrow

Já viram os Concertos para Bebés programados para 2022?

Na recta final de um 2021 ainda bem desafiante, os Concerto para Bebés renovam as energias com um calendário cheio de coisas boas para descobrir em 2022. Além da programação regular no Convento São Francisco, em Coimbra, a companhia que faz espectáculos para crianças dos 0 aos 3 anos apresenta 11 programas distintos nas salas nacionais. A residência […]

quote-icon
Ler mais small-arrow

ACADEMIA STORIES | Estudo permite descontaminar máscaras de forma simples e barata

Uma equipa multidisciplinar da Universidade de Coimbra (UC) estudou e testou três formas simples e baratas de descontaminação de vários tipos de máscaras de proteção contra a Covid-19, que revelaram uma eficácia de praticamente 100%, permitindo vários ciclos de reutilização. O estudo, coordenado por Marco Reis, docente e investigador do Departamento de Engenharia Química da […]

quote-icon
Ler mais small-arrow