Voltar à home

Esta mercearia vende a granel

O Grão Natural abriu as portas ao público em 2017.

Partilha

O Filipe Pereira recebeu-nos de sorriso rasgado, como costuma fazer a todos os clientes habituais ou mesmo a qualquer pessoa que passe a porta e peça alguma dica sobre os artigos que se encontram arrumados nesta mercearia que fica ao pé do Parque Linear do Vale das Flores, no lote 16 da Rua Armando de Sousa.

Proprietário do Grão Natural, o Filipe falou-nos do seu espaço: uma mercearia moderna e que apareceu para acompanhar as tendências do mercado e a procura por produtos alimentares com certificação bio, ou seja, que cumprem as melhores práticas ambientais e cujo método de produção faz uso de substâncias e processos naturais. Percebemos que há uma clara preferência por fornecedores nacionais e por produtos de origem portuguesa e, acima de tudo, uma enorme preocupação em relação à qualidade daquilo que se consome. Não nasci em Coimbra e acabei por ter um convívio e uma relação directa com a agricultura e daí o gosto pelo sabor real dos produtos.

Todos os produtos frescos são biológicos mas, dentro do universo de produtos embalados, há algumas referências que, apesar de não apresentarem essa certificação, enquadram-se no âmbito da loja. As estantes exibem produtos veganos, sem glúten e sem açúcares refinados, o que torna o Grão Natural num espaço de visita obrigatório para todos os que têm um particular cuidado com a alimentação.

A zona central da mercearia tem uns balcões destinados a produtos de venda a granel, nomeadamente os frutos secos, verdadeiros best sellers. Não é difícil perceber porquê: no caso da amêndoa torrada, a torra está sempre muito fresca porque é feita a cada vez que o Filipe pede mais uma encomenda, o que resulta em frascos sempre recheados de amêndoas com um sabor e aroma muito interessantes. Podem ainda comprar mel a granel – basta que levem um frasco para o encher de um néctar doce mas saudável (e biológico, claro!).

O objectivo inicial era ter uma loja 100% a granel mas foi necessário alargar a oferta a produtos embalados que fazem parte do universo do consumidor.

Assim, bem para além desta secção de venda a granel, podem encontrar uma mostra de produtos ecológicos de cosmética, bem como produtos de higiene (escovas de dentes para crianças e adultos, cotonetes, entre outros) e produtos para a casa (detergentes, utensílios de cozinha como escovas de fibras de côco e escovas de agave.)

Será que o detergente que não é altamente químico funciona mesmo? Quando experimentam, percebem que funcionam mesmo bem.

Se este mundo saudável vos é estranho mas se estão dispostos a experimentar algumas mudanças, podem levar para os mais novos os cereais puff de cevada, trigo ou arroz que não têm qualquer tipo de açúcar adicionado. Para os adolescentes (e adultos, claro!), podem optar pelas granolas: há marcas comercializadas que até são próprias para celíacos ou veganas.

Para os mais práticos, deixamos algumas sugestões de snacks bons e que fazem bem: as crackers ou o pão da Garfa, frutos secos, barras de cereais veganas, sem glúten, sem açúcares adicionados, cookies (que estavam esgotadas por serem tão boas).

E podíamos continuar a falar de cada produto exposto – a diversidade de farinhas (que inclui farinha de trigo sarraceno, de kamut, de tremoço, de grão de bico e de alfarroba), os queijos vegetais, a pasta de tâmara, o óleo de grainha de uva e um sem fim de outros tesouros – mas sugerimos que façam uma visita ao Grão Natural, no lt. 16 da Rua Armando de Sousa, ao pé do Parque Linear do Vale das Flores, em Coimbra, e explorem o que mais vos interessar.

No caso de dúvidas, perguntem (ao Filipe ou à Rita, que também lá trabalha) – é que a mercearia é moderna mas o atendimento é à antiga: familiar, cuidadoso, afável. Estão abertos de 2ª a 6ª feira, das 10h às 19h30 e ao Sábado das 10h às 17h.

Texto e fotos: Joana Pires Araújo 

Artigo actualizado às 16h45 de 11 de Fevereiro, 2020

Mais Histórias

Afinal era disto que a Baixa de Coimbra estava a precisar: uma lufada de gelado fresco

Doppo, depois. Um novo começo. Do design e arquitetura do espaço à cremosidade dos gelados, em pouco tempo a nova gelataria de Fernando Castelo Branco na Praça do Comércio tornou-se paragem obrigatória e incentivo ao investimento no centro histórico da cidade.

quote-icon
Ler mais small-arrow

Já se come e bebe um copo no Mercado D. Pedro V

Almoçámos na novíssima Praça da Restauração que acaba de inaugurar e promete dar uma nova dinâmica ao histórico edifício do centro de Coimbra.

quote-icon
Ler mais small-arrow

O repasto tem sabor a convívio na Taberna do Aires

Se as paredes de pedra decoradas tivessem ouvidos teriam seguramente muito para contar. Convívio, bebida e comida tradicional portuguesa com fartura no Bairro da Relvinha, com décadas de história e algumas novidades à boleia da pandemia.

quote-icon
Ler mais small-arrow