Coisas para fazer em Coimbra

O Verão chegou chuvoso mas com cheiro a manjerico e a agenda cheia, para não deixar arrefecer os ânimos. Há arraiais de São João, mercados, concertos, cinema, teatro e actividades para as crianças.

Partilha

O Festival Sons, Saberes e Sabores da Lusofonia volta com a sua terceira edição e promete muita gastronomia, música e cultura lusófona, inclusive literatura com a presença do escritor Valter Hugo Mãe. A Anozero’21–22 aproxima-se do fim, mas até Domingo ainda podem assistir à programação convergente e ver as exposições da Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra no Mosteiro de Santa Clara-a-Nova, Círculo de Artes Plásticas (Sereia e Sede) e Estufa Fria do Jardim Botânico da Universidade – a propósito, não deixem de ouvir a nossa entrevista a Carlos Antunes. Há mais coisas para fazer e fazemos alguns destaques mas, para não perderem mesmo nada, consultem a Agenda

«O Tardo»

Sexta-feira e Sábado, 24 e 25 de Junho, às 21h30 no Pavilhão Gimnodesportivo dos Pereiros (Coimbra)

Espectáculo de rua construído a partir de textos originais de Afonso Cruz sobre a mitologia popular. O Tardo é uma personagem mítica nocturna avistada essencialmente na região norte do país, que caminha pelos mesmos trilhos onde acontecem os melhores pesadelos…

«Coimbra em concerto»

Sexta-feira, 24 de Junho, às 17h30 no Mosteiro de Santa Clara-a-Nova

O projecto sociomusical Orquestra Geração «mais do que música toca vidas», fomenta o valor individual de cada criança/jovem como ser único, independentemente da sua condição pessoal. Mostrando-lhes a importância do seu papel na nossa sociedade. Um evento integrado na programação de Anozero – Bienal de Coimbra.

 


III Festival sons, saberes e sabores da Lusofonia

Sábado, 25 de Junho, das 17h45 às 23h30 na Praça de Cabo Verde; Bairro Norton de Matos

Terceira edição de divulgação da gastronomia, música e cultura lusófona. Haverá várias «Tendas de Sabores», a «Tenda dos Sons», um palco aberto à dança à música e às canções de além-mar, e a «Tenda dos Saberes» , divulgação e apresentação de livros, conversas com autores de referência e declamação de poemas. Destaque para a presença dos autores Valter Hugo Mãe, Olinda Beja, Luís Cardoso de Noronha e Zetho Cunha Gonçalves.

«Um corpo que dança» e «Elvis»

Programação da Casa do Cinema de Coimbra, vários dias e horários

Desde a estreia do esperado «Elvis», de Baz Luhrmann, o filme sobre a vida de Elvis Presley com Austin Butler e Tom Hanks e que vai ter direito a festa extra no Coolaboola, ao documentário de Marco Martins que é uma proposta para a história do corpo a partir do percurso de uma das maiores companhias de dança portuguesas do século XX, «Um corpo que dança», sobre o Ballet Gulbenkian, que caminha a par do desenvolvimento da dança em Portugal e da história política, económica e sociocultural do país. Podem ver quais são todos os filmes em exibição na Casa do Cinema aqui

Fogo fogo

Sexta-feira, 24 de Junho, às 22h no Salão Brazil

Banda apresenta ao vivo o seu novo reportório e integra ainda no alinhamento sons de clássicos do «funana» que transporta para os tempos de hoje, utilizando instrumentos eléctricos e formações musicais semelhantes às dos grupos de pop/rock e afro/funk/reggae dos anos 60/70.

Fogueiras de São João 

Sexta-feira, 24 de Junho, às 21h no Largo Marquês de Pombal 

O Grupo Folclórico de Coimbra vai reviver a tradição das Fogueiras de São João, no Largo Marquês de Pombal. Haverá arraial, comes e bebes e rifas.

«Fogueiras de São João»

Quinta-feira, 23 de Junho, 19h no Largo do Mondego – Arregaça 

As Fogueiras de São João sempre foram uma acarinhada tradição da cidade, fortemente ligada ao folclore coimbrão, à etnografia e canção popular de Coimbra. Este ano, as «Fogueiras» voltam à Arregaça para celebrar a noite de São João. Trata-se de um evento integrado na programação paralela do projecto De Portas Abertas, do Teatrão.

«Criação de Imaginários»

Sábado, 25 de Junho, das 10h30 às 12h30 no Mosteiro de Santa Clara-a-Nova

Visita mediada à Anozero – Bienal de Coimbra pelo Colectivo Faca: um projecto de activismo curatorial, que reflecte sobre queer, feminismo e colonialismo em espaços expositivos e culturais.

Feroz

Sábado, 25 de Junho, às 21h30 no Liquidâmbar

O guitarrista, compositor e produtor Hugo Ferreira juntamente com o trompetista Pedro Jerónimo apresentam obras originais, fruto da partilha e convivência nestes últimos dois anos.

«Fase Latente»

Sábado, 25 de Junho, às 21h no Teatro dos Estudantes da UC (Edifício AAC)

Três jovens adultas revelam uma complexidade universal, vivendo na tentativa de lidar com fragilidades próprias e comuns às três. O Teatro dos Estudantes da UC a levar a cena aquilo que poderia estar a acontecer em qualquer casa, acrescentando apenas o que sempre se omite.

«Casa Adentro»

Sábado, 25 de Junho, das 10h às 18h, Celas, Praça, Alta e Baixa de Coimbra

Celebrar a arquitectura é o desafio que se lança à comunidade, através de um roteiro que inclui 14 equipamentos, distribuídos por quatro circuitos (Celas, Praça, Alta e Baixa), com diferentes tipologias, épocas, valências e usos, e de distinto valor arquitectónico, artístico e cultural, ocupando cada um deles um lugar especial na cidade. Em paralelo, há ainda três actividades programadas: um atelier para a infância e famílias, um recital de poesia e um passeio – à deriva pela Baixa.

Festival Fonland

Sábado, 25 de Junho, às 18h no Centro Cultural Penedo da Saudade

A 17ª dição do Festival FONLAD 2022 vai ser inaugurado com uma conversa com Angella Conte e uma mostra de Vídeo Arte Internacional do Festival Brasileiro Strangloscope.

«Livros lá para fora»

Sábado, 25 de Junho, às 16h na Faz de Conto Livraria (Coimbra) e Parque Verde

No mês do Dia Mundial dos Oceanos, com a ajuda de vários livros e algumas actividades, vai-se aprender mais sobre o mar e as suas ameaças, com a livreira-bióloga Eliana. Para maiores de 5 anos. Inscrições aqui.

«Costurar cantigas e histórias»

Sábado, 25 de Junho, às 11h no TCSB – Teatro da Cerca de São Bernardo

Pensado originalmente para os mais novos, «Costurar Cantigas e Histórias» é na verdade um espectáculo do Taleguinho para todas as idades, que proporciona o contacto com a música tradicional portuguesa, através de um alinhamento que inclui canções, histórias e lengalengas, contadas e cantadas. M/3.

«Tei Tei»

Sábado, 25 de Junho, às 18h no Convento São Francisco

Um espectáculo que a cada etapa, cria uma nova acção/imagem com um único elemento, a fita-cola. A ajuda cúmplice do público será a base para consolidar um percurso efémero tendo o espaço envolvente como principal suporte. Um caminho para habitar e transformar através do imaginário. Cada elemento, cada indivíduo… são suportes e bases possíveis para criar os momentos únicos que irão moldar «Tei Tei».

«Um diálogo musical Franco-Português»

Sábado, 25 de Junho, às 21h30 no Convento São Francisco

Um concerto integrado na «Temporada Cruzada França-Portugal 2022», sob a direcção do maestro convidado Michaël Cousteau e participação do pianista Bruno Belthoise e da soprano Raquel Camarinho. Serão interpretadas obras de Anne Victorino D´Almeida e Benjamin Attahir, Fernando Lopes-Graça e Maurice Ravel.

Bebés com asas

Sábado, 25 de Junho, às 10h no Convento São Francisco

O Sol aquece e os sons transformam-se. A praia, a serra, as férias convidam-nos a dançar, festejar e a descobrir o fantástico mundo da música. A guitarra e o ukulele convidam instrumentos de percussão para dar as boas vindas ao verão. A sessão repete às 11h30.

Caminhada solidária na Natureza

Domingo, 26 de Junho, às 09h na Sede da Roda Pedaleira, (Eiras/ Coimbra)

Com a finalidade de promoção do bem-estar físico e mental dos participantes, e não menos importante fomentar a vertente solidária, que caracteriza a APP – A Previdência Portuguesa. A inscrição é gratuita, no entanto, poderá fazer-se acompanhar de um bem não perecível que reverterá a favor da Instituição Casa dos Pobres. Aos participantes será oferecido um KIT Caminhada APP. No final do evento, ocorrerá um sorteio de 10 «packs Odisseia» pelos participantes. Inscrições até dia dia 23 de Junho.

«Contos na Faz de Conto»

Domingo, 26 de Junho, das 11h às 11h30 na Faz de Conto Livraria

Sessão de histórias para toda a família, com Raquel Frias. Actividade com contribuição simbólica e sujeita a inscrição.


Mais Histórias

Jornalismo feminista para não deixar temas «à borda»

Em pouco mais de um mês de funcionamento, a Aborda, primeira plataforma de jornalismo feminista portuguesa lançada em Coimbra e no Dia da Liberdade já conta com duas dezenas de colaboradores voluntários, além da redacção fixa que é constituída apenas por mulheres.

quote-icon
Ler mais small-arrow

Coisas para fazer em Coimbra

Para quem decidir aproveitar o feriado e o fim-de-semana na cidade, convidamos a desfrutarem da onda cultural que está a chegar. Há cinema, concertos, conversas, exposições e inúmeras celebrações do 9.º aniversário da inscrição da Universidade de Coimbra – Alta e Sofia na Lista do Património Mundial da UNESCO.

quote-icon
Ler mais small-arrow

Fernando de Lisboa, António de Coimbra

Oitocentos anos depois e numa altura em que é retomada a importante tradição de Romaria do Espírito Santo e Festa de Santo António, recuperamos a história do celebrado a 13 de Junho, que acabou por dar nome àquela que é hoje a maior freguesia da região e uma das maiores do país, com cerca de 40 mil habitantes.

quote-icon
Ler mais small-arrow