Voltar à home
Contribuam

Façam um donativo

Divulguem

Passem a palavra

Acompanhem

Subscrevam a newsletter

Prestação de contas do 1.º semestre da Coimbra Coolectiva

Boas contas fazem bons amigos. O prometido é devido, por isso prestamos contas a quem nos segue e quer saber mais sobre como financiamos o nosso trabalho e onde gastamos o dinheiro.

Partilha

Contribuam

Façam um donativo

Divulguem

Passem a palavra

Acompanhem

Subscrevam a newsletter

A revista Coimbra Coolectiva é propriedade da Cool – Associação Coimbra Coolectiva – Jornalismo de Soluções, uma organização sem fins lucrativos. Toda a equipa está comprometida com um princípio fundamental, o da total transparência –  no jornalismo que produzimos e na gestão do nosso órgão de comunicação social. Isso passa por mostrar, às claras, como gastamos o dinheiro, que decisões tomamos e quem nos financia.

Como é que vamos conseguir financiar um projecto de jornalismo independente em Coimbra?

Dando um passo de cada vez, na direcção certa. Para que a nossa caminhada seja sólida, recorremos a uma consultora com muita experiência em inovação social, a Stone Soup, com quem desenvolvemos um plano de sustentabilidade financeira, assente em pilares importantes como a comunicação, gestão de recursos humanos e angariação de fundos, entre outros.

Actualmente, a par de donativos individuais e dos incentivos de apoio ao emprego do Instituto de Emprego e Formação Profissional, o principal mecenas é Gonçalo Quadros. Importa realçar aqui um princípio fundamental para o nosso projecto: nenhum mecenas, seja de que natureza for, ou contribuindo com que montante contribuir, pode influenciar, e muito menos determinar, decisões editoriais. Sentimo-nos gratos e reconhecidos pela generosidade dos que nos suportam precisamente porque ela assenta num valor inquestionável, o da liberdade de imprensa.

Encaramos a generosidade do cidadão que hoje é o nosso principal mecenas como uma bolsa de tempo necessária para desenharmos e pormos no terreno o nosso plano de sustentabilidade financeira, assente em técnicas diversas e complementares de angariação de fundos.

Queremos – vamos! – seguir em frente. Um euro de cada vez.
Queremos – vamos! – fazer o trabalho que importa. Um trabalho capaz de transformar Coimbra.

Contribuam para a Coimbra Coolectiva, precisamos do vosso apoio.

Mais Histórias

Ádrian, Clara e Evelin Luciana

São de Bogotá, na Colômbia e estão em Coimbra na condição de refugiados

quote-icon
Ler mais small-arrow

Metrobus e uma política de arborização insuficiente

As obras para o futuro Sistema de Mobilidade do Mondego, em Coimbra, pretendem «melhorar a integração do canal do Metrobus na paisagem e garantir reforço da estrutura ecológica urbana», mas o corte de 663 árvores expõe as inconsistências no caminho do urbanismo sustentável.

quote-icon
Ler mais small-arrow

«Mercadona é bem-vinda a Coimbra, mas não ao Atrium Solum»

Lojistas e frequentadores do centro comercial da Avenida Elísio de Moura conhecido pelo «ambiente familiar» estão preocupados e avançam mesmo com uma petição contra a instalação da cadeia de supermercados espanhola no local, que o executivo confirma que vai mesmo avançar.

quote-icon
Ler mais small-arrow