Voltar à home
Explorem

Tudo o que acontece em Coimbra

Adicionem um evento

Agenda colaborativa

Coisas para fazer em Coimbra

O ritmo dos dias abranda, mas Coimbra não pára. Temos quatro sugestões para fecharem da melhor forma a primeira semana de Agosto.

Partilha

Fotografia: Casa das Artes BB e Fest. das Artes Quebrajazz

Explorem

Tudo o que acontece em Coimbra

Adicionem um evento

Agenda colaborativa

A cidade foi a banhos e os minutos parecem espreguiçar-se em cada recanto do concelho que vive um mês de Agosto pacato, se não contarmos com a novidade da previsão do abate total de 663 árvores, ao longo da empreitada do Metrobus. Se continuam com vontade de explorar o que se passa em Coimbra, deixamos 4 boas propostas, todas ao ar livre, algumas delas gratuitas. Se estão longe desta nossa antiga capital do reino, espreitem a nossa Agenda para verem que outros programas aguardam o vosso regresso.

Matinée

Sexta-feira, 5 de Agosto, às 18h, na Casa das Artes Bissaya Barreto 

O ritual musical das Sextas-feiras no jardim da Casa das Artes convida um DJ a dar as boas vindas ao fim-de-semana. Desta vez, Inês Rodrigues e João Gaspar assumem os comandos do ritmo com que deixamos para trás das costas a primeira semana de Agosto.

Mário Rui Silva

Sábado, 6 de Agosto, às 19h, na Casa das Artes Bissaya Barreto 

Dono de uma carreira de meio século dedicada à música popular angolana, Mário Rui Silva é um conhecedor profundo da técnica e da história da guitarra. Doze anos depois da última passagem por Portugal, o músico regressa para apenas dois concertos, impulsionado pela recente edição de temas seus gravados nos anos 80 pela Time Capsule.

Silva destaca-se como compositor, guitarrista, mas nos seus concertos está também o lado de estudioso e contador de histórias da música. Na sua música temos um encontro inevitável com os ritmos transportados pelos escravos africanos como marca de orgulho e identidade. Em constante movimento entre Angola e a Europa ao longo da sua vida, podemos ouvi-lo em registos com o lendário Bonga, mas também com a cantora brasileira Ana Paula, os também angolanos Duo Ouro Negro e o percussionista Henri Samba. A sua extensa obra é consequência do também vasto alcance das suas influências, cristalizadas nas raras aparições que faz em concerto.

Cinema Fora de Portas: 2 Duros de Roer, de Victor Santos (2022)

Sábado, 6 de Agosto, às 21h30, no Largo da Capela (Carapinheira da Serra – Eiras e São Paulo de Frades) 

Manuel Venâncio, um típico polícia do Porto, pede transferência para a capital e vê-se emparelhado com José Sobreiro, um polícia de Lisboa folião, mais adepto de se dar com os bandidos do que prendê-los. Acompanhados por uma misteriosa estudante estrangeira de nome Murphy a filmar os acontecimentos para a sua tese de mestrado, os três irão viver um dia louco, conhecer as personagens mais caricatas e desmascarar uma operação de tráfico de droga com consequências desastrosas não só para a cidade, mas para todo o mundo!

Este serão é organizado pela Casa do Cinema de Coimbra.

Coração na Boca | Marta Hugon

Sábado, 6 de Agosto, às 22h30, nas Escadas do Quebra Costas

Todas as canções nascem de uma vontade profunda de fazer música e poesia. Coração na Boca, o novo trabalho de Marta Hugon, nasce dessa vontade, mas é, ao mesmo tempo, uma espécie de renascimento musical. Cantando exclusivamente em português, a cantora revela a sua verdadeira voz e dá corpo a palavras suas e de autores como José Eduardo Agualusa, Afonso Cabral ou Nádia Schilling. O novo repertório de Marta Hugon tem produção e arranjos de Luís Figueiredo (que assina três dos temas), e conta com a colaboração de compositores tão diversos como Mário Laginha, Sara Tavares, Joana Espadinha, Maria Villanueva, André Fernandes e Francisca Cortesão. Trata-se de uma viagem emocional pela língua portuguesa onde a música procura um lugar para além dos rótulos. Concerto incluído na programação do Festival das Artes QuebraJazz.

Mais Histórias

Coisas para fazer em Coimbra

Também estão todos com a sensação de que a cidade está cheia de coisas a acontecer? E está mesmo. Se não forem de férias, vejam lá o que não podem perder.

quote-icon
Ler mais small-arrow

O Jardim Botânico entrou em RE/FORMA até Abril de 2023

Durante meses, o pulmão da cidade, que faz 250 anos, vai estar ainda mais aberto à cidade com dezenas de actividades para todas as idades a cruzar arte, ciência, educação e natureza.

quote-icon
Ler mais small-arrow

Coisas para fazer em Coimbra

Não é só o termómetro que está quente nesta semana de Dar a Ouvir. Paisagens Sonoras, Festival das Artes QuebraJazz, Rota das Tabernas, Noites de Verão, Re/forma e muito mais.

quote-icon
Ler mais small-arrow