Contribuir small-arrow
Voltar à home
Saibam mais

Protocolos com Centros de Formação de Professores

Contactem

Universidade de Coimbra

Vem aí um grande evento para promover reflexões sobre a escola que se quer ter

Centenas de professores de todo o país encontram-se em Coimbra a 10 e 11 de Março de 2023, para participar de um evento de educação inédito de partilha de práticas pedagógicas e soluções tecnológicas, além de formação em novos domínios como storytelling, podcast e gaming.

Partilha

Fotografia: Giu Vicente, Taylor Flowe via Unsplash

Saibam mais

Protocolos com Centros de Formação de Professores

Contactem

Universidade de Coimbra

Promover reflexões sobre a escola que se tem, a escola que se pode ter, e as oportunidades e desafios que se precisa responder para esse efeito. Este é o objetivo geral do EdTech Summit Portugal 2023, que irá juntar docentes do ensino básico e secundário de todo o país numa iniciativa de partilha de práticas pedagógicas e tecnologias aplicadas à educação. O evento está a ser organizado pela Universidade de Coimbra (UC), com o apoio de várias entidades nacionais e internacionais do setor da educação.

A EdTech Summit Portugal 2023 acontecerá nos dias 10 e 11 de Março, no Convento São Francisco, reunindo professores de todo o país, para promover uma reflexão alargada sobre educação no país. «Ninguém melhor, para um debate enriquecedor e consequente, do que os professores que procuram dar substância e qualidade quotidiana e empenhada à nobre tarefa de educar e aprender.» Consistirá de espaço, como ressaltou a vice-reitora de para os Assuntos Académicos e Atratividade de Estudantes Pré-graduados.

Cristina Albuquerque entende que a educação encontra-se hoje «confrontada» em duas frentes. Na primeira por «um conjunto de desafios associados à forma como a escola se estrutura e responde às exigências societais, laborais e administrativas»; na segunda por «fatores mais substanciais ligados sobretudo à transformação do perfil e expectativas de estudantes e famílias, à conceção do papel de professor, às dinâmicas pedagógicas e, neste âmbito, à conexão, cada vez mais incontornável, com as abordagens digitais e tecnológicas no contexto escolar».

Em razão destes confrontos, a EdTech Summit Portugal 2023 criará espaços de troca de experiências e oportunidades de reflexão sobre a escola e a pedagogia, entre pares, com académicos e com atores políticos. Ao mesmo tempo que possibilitará o contacto com soluções tecnológicas desenvolvidas para a educação, de modo a enquadrar tais soluções, entendidas sempre como um meio e não como um fim em si mesmas, numa dinâmica de construção contínua e inclusiva, envolvendo toda a comunidade escolar.

A iniciativa, que acontece no âmbito do projeto Living the Future Academy, liderado pela Universidade de Coimbra e financiado pelo Programa de Recuperação e Resiliência (PRR), traz em sua essência e de forma transversal, uma forte ênfase em partilha e criação de comunidades. A vice-reitora explica que «os espaços e oportunidades de partilha de experiências inspiradoras entre docentes contribuirão certamente para um conhecimento mais concreto do que se experimenta e desenvolve em várias escolas e por vários professores, com exemplos e pistas reflexivas interessantes para todos os outros». Além de conferências, workshops, mesas redondas, mostras tecnológicas, haverá ainda espaços que pretendem estimular a partilha de experiências e boas práticas pedagógicas.

Nestes espaços de conversa e troca, estarão em destaque temas como inteligência artificial, ética digital, papel do professor no novo contexto de aprendizagem, inovação curricular contínua, inclusão ou o futuro da educação. Nos workshops, os docentes vão ter acesso a formações em domínios como storytelling em educação, manuais digitais, podcasts e estratégias para usar o som como ferramenta pedagógicas, construção de gaming ou robótica. As temáticas da cimeira foram discutidas e acordadas com escolas e centros de formação de professores, para que o evento corresponda, em grande medida, às atuais necessidades, expectativas e interesses dos docentes e das escolas.

Qualquer professor pode participar da EdTech. A estimativa é que atrairá «largas centenas de professores, pelos temas que aborda, pelas oportunidades de networking que gera e pela forte implicação dos centros de formação na organização e na divulgação». Indagada sobre se será produzido material resultante das palestras e workshops, para que quem não puder participar ou para que integrar as bibliotecas escolares e servir como material de referência, a vice-reitora informou que se está ainda a ponderar quais produtos resultarão do evento, «mas haverá certamente um conjunto de sínteses e de recomendações, que constituirão o mote para outras iniciativas e que serão contributos para a definição de orientações úteis para as empresas com tecnologias educativas, para as escolas, para os docentes e para os decisores».

Mais Histórias

Ideias Fixes para Copiar | Na Comunidade de Aprendizagem das Cerejeiras educar não é ensinar

Não é uma escola. Já foi e ficava em Penela. Há sete anos, e agora no Rabaçal, 36 crianças dos 3 aos 14 anos e de 10 nacionalidades frequentam a CAC e já há 15 em lista de espera para o próximo ano letivo.

quote-icon
Ler mais small-arrow

Vamos beber um copo? Dia 6 há novo speed meeting na Praxis

O que mudaram este ano? E o que contam mudar no próximo? Voltamos a encher uma sala de perfeitos desconhecidos com vontade de se conhecerem e de conversar na cidade.

quote-icon
Ler mais small-arrow

A diversidade tem sabor A Leste e forma de chaminé na zona histórica

Achavam que não cabia mais doçaria em Coimbra, e em particular no Quebra Costas? Pois há um novo residente e vem da Polónia.

quote-icon
Ler mais small-arrow
Contribuir small-arrow