Contribuir small-arrow
Voltar à home
Explorem

Tudo o que acontece em Coimbra

Adicionem um evento

Agenda colaborativa

Coisas para Fazer em Coimbra

O fim-de-semana chegou mais cedo! Com o feriado e a agenda a fumegar, não resistimos a partilhar mais cedo o que podem fazer por cá estes dias.

Partilha

Explorem

Tudo o que acontece em Coimbra

Adicionem um evento

Agenda colaborativa

Já vos cheira a castanha assada? Esta semana começam os concertos de Outono do Centro Cultural Penedo da Saudade, continua o Jazz ao Centro e o Convento São Francisco está bem animado com o Festival Correntes de Um Só Rio, por estes dias a celebrar Adriano Correia de Oliveira e Luís Goes. Mas não faltam programas para os próximos dias. Ficam alguns destaques e encontram o resto na Agenda.

Coimbra e a República – da propaganda à proclamação

Quarta-feira, 5 de Outubro, a partir das 10h em vários espaços da cidade de Coimbra

Ao longo do dia, decorrem diversas iniciativas que visam celebrar esta efeméride de carácter nacional. Visitas guiadas dedicadas à temática da Implantação da República, homenagens a personalidades do republicanismo em Coimbra, e apresentação da obra «Coimbra e a República – da propaganda à proclamação» da autoria de Carlos Santarém Andrade marcam a programação.

Jovem Conservador de Direita

5 de Outubro, às 21h30 no Grémio Operário de Coimbra

Todas as primeiras quartas-feiras de cada mês, no Grémio Operário de Coimbra, há espectáculo de stand up comedy com actuações de 4 a 6 comediantes surpresa. Em Outubro, os organizadores abrem uma excepção e revelam a identidade dos comediantes. Esta é a surpresa desta semana.

Arcanum Zero – Quando a loucura está em palco

Quarta-feira, 5 de Outubro, às 19h na OMT – Teatrão

Obcecada com a possibilidade de interpretar diferentes papéis, uma paciente começa a participar num workshop de teatro intitulado «Crear». O teatro permite- lhe estabelecer um outro tempo e espaço, um território de resistência. Acordará assim as suas capacidades/afectos, sonhos, desejos de imaginação. Dirigido por Carolina Pizarro, este espectáculo é uma nova criação do Ikarus Stage Arts.

Encontro(s) com a obra de Luiz Goes e Piano de Fundo – Fado no Povo

Quarta-feira, 5 de outubro, 15h e 19h, Convento São Francisco

Várias palestras em que se pretende revisitar Luiz Goes como homem, autor, compositor, poeta e, fundamentalmente, como cultor inimitável. Trata-se de um evento inserido na programação do Festival Correntes de Um Só Rio. Ao fim da tarde, um concerto intimista mostra Luiz Goes como nunca o ouviu, para descobrir o «timbre emocionante dum canto que chora, que luta, que ama». Espetáculo centrado no repertório do cantautor, acompanhado pelas tradicionais, guitarra portuguesa de Coimbra, e guitarra clássica, com a particularidade de ter como fundo a cama harmónica que só o piano pode proporcionar.

Nicole Mitchell

Quarta-feira, 5 de outubro, 17h, Museu Nacional de Machado de Castro

Flautista, compositora, poetisa e tutora nascida em Nova Iorque, cujo caminho trilhado se alavancou no cenário fértil de Chicago ainda na década de 90. Primeira mulher a presidir a lendária Association for the Advancement of Creative Musicians – AACM, com ligações fortes a músicos como Anthony Braxton ou Rob Mazurek, para se alastrar numa visão informada pelas premissas afrofuturistas de navegantes como Sun Ra, George Clinton ou Herbie Hancock da era Mwandishi. Um evento do Festival Jazz ao Centro.

The Old Time Rags

Sexta-feira, 7 de outubro, 21h30, Liquidâmbar

Depois de uma digressão internacional que incluiu Nova Zelândia, Estados Unidos e China, o
trio que começou como artistas de rua chega a Coimbra para mostrar interpretações animadas de Old Time, New Orleans Jazz e blues e alguns números originais sobre Banjo/kazoo e harmónicas, Washboard/tap dancing/ colheres, contrabaixo e harmonias vocais.

A Invenção do Nordeste

Sexta-feira, dia 7, 21h30, Teatro Académico Gil Vicente (TAGV)

Peça que aborda o surgimento e a trajetória histórica da região nordeste, propondo a desconstrução da imagem estereotipada do nordestino. Trabalho é do Grupo de Teatro de Natal (Brasil), colectivo que trabalha a sua dramaturgia a partir da prática documental, registos historiográficos, memórias e personagens reais, articulados através de dramaturgias originais que fazem uso do humor para reflexões mais profundas.

TAD o Explorador e a Tábua da Esmeralda

Sábado, 8 de Outubro, às 11:30 no TAGV – Teatro Académico de Gil Vicente

Tad adoraria ser reconhecido pelos colegas arqueólogos, mas acaba sempre por arranjar confusão. Tad volta a fazer das suas ao destruir inadvertidamente um raro sarcófago e libertar um feitiço que põe em perigo as vidas dos seus amigos. Salvar Múmia, Jeff e Belzoni dá início a uma grande aventura que leva Tad e Sara aos quatro cantos do mundo, para que consigam por fim à maldição da Tábua de Esmeralda. Um filme de Enrique Gato.

Concertos de Outono

Sábado, 8 de Outubro a 29 de Outubro no Centro Cultural Penedo da Saudade

Durante o mês de Outubro, aos Sábados. O primeiro é com Baptista, Fragoso e Iglésias. Uma coorganização do Centro Cultural Penedo da Saudade com o Colectivo CAiS.

Mercado de Trocas

Sábado, 8 de outubro, das 15h às 18h na Casa das Artes Bissaya Barreto

Podem trocar peças de roupa, calçado, brinquedos e livros neste evento sem fins lucrativos que funciona à base do voluntariado e com a comunidade, incentivando a deixar as peças que já não são usadas trocando por peças necessárias, promovendo a reutilização e evitando que sejam gastos mais recursos para a produção de novos artigos. 

A parede é uma cena!

Sábado, 8 de Outubro, às 10h30 no TCSB – Teatro da Cerca de São Bernardo

A ilustradora Ana Biscaia regressa aos Sábados para a Infância, com uma nova oficina de ilustração para crianças a partir dos 5 anos.

A Jangada de Pedra

Sábado, 8 de Outubro, às 18h na Casa do Cinema de Coimbra 

Na sequência de um cataclismo imprevisto, a terra treme e abre-se uma fenda ao longo da fronteira entre a Espanha e a França. “A Península Ibérica tem a forma de uma jangada”, escreveu um anónimo português. E essa jangada está agora à deriva pelo Atlântico. Uma enorme jangada de pedra, que roda sobre si própria e onde o Sol nunca nasce no mesmo sítio… Um filme de George Sluizer. Comentário pós-filme de Sérgio Dias Branco. Evento integrado no Ciclo Saramago e encontram o resto da programação da Casa do Cinema aqui.

O ruído dos sonhos

Sábado, 8 de Outubro até 13 de Dezembro, das 14h às 18h no CAPC – Círculo de Artes Plásticas de Coimbra

Exposição colectiva de pinturas, esculturas, construções, objectos de Miguel Ângelo Rocha, Isabel Madureira Andrade e Russell Floersch.

Tiago Iorc

Sábado, 8 de Outubro, no TAGV – Teatro Académico de Gil Vicente

Desde a sua estreia, em 2008, Tiago Iorc lançou cinco álbuns de estúdio, dois ao vivo e conta com vários Grammy Latinos, incluindo o de Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa.

Good girls go to heaven, bad girls go everywhere

Sábado, 8 de Outubro, às 19h no Atelier A Fábrica

No chão uma instalação do artista visual Anton Stoianov que evoca um arquivo das pistas de dança, no ar os ritmos techno do DJ berlinense Fiedel. É neste ambiente que Frédéric Gies dança durante 3h38m um repertório vasto de estilos, do ballet à rave. À medida que o criador desenvolve a sua dança, a performance torna-se um convite para movimentos individuais e colectivos. Cabe aos espectadores decidir: dançar ou olhar? Um evento integrado no Festival Linha de Fuga. 

Não fui eu

Domingo, 9 de Outubro, às 10h no Convento São Francisco

Os bebés já sabem quem é a Luísa Sobral, pois as mães não param de lhes dar a ouvir e cantar Camomila, para embalar seres de todos os tamanhos. A sessão repete às 11h30. Público-alvo: bebés até 36 meses. Evento inserido na programação do Festival Correntes de Um Só Rio.

Mais Histórias

Coisas para Fazer em Coimbra

Preferem rematar a semana com bossa-nova, livros novos para a estante, um novo coro da Baixa, conversas sobre igualdade de género, fado ou marionetes?

quote-icon
Ler mais small-arrow

Coisas para Fazer em Coimbra

Embalados pelo cheiro da chuva, podemos deixar-nos levar de uma exposição de fotografia de natureza por concertos, leituras e filmes até um mercado de trocas, um debate ambientalista e uma acção de prevenção de resíduos.

quote-icon
Ler mais small-arrow

Coisas para Fazer em Coimbra

Da mega exposição de dois dias na antiga Coimbra Editora ao cinema no festival Caminhos do Cinema Português, passando por música, literatura, passeios, conversas e actividades para os miúdos.

quote-icon
Ler mais small-arrow
Contribuir small-arrow