Ana Sousa Amorim

Coordenadora

anasousaamorim@coolectiva.pt

Cheguei ao Mundo no dia D, quarenta e quatro anos depois do evento que lhe deu o nome, em Coimbra. onde cresci e me fiz adulta. Depois fugi, enamorada de tudo o que a cidade não tinha. Passei por Barcelona, Lisboa e Porto, e voltei com saudades de tudo o que tem. Vinte e oito anos depois de sair de lá gente, voltei à Maternidade Bissaya Barreto e saí de lá mãe. Aos trinta, apanhei-me num lugar da vida bem diferente do que havia imaginado aos vinte: com três filhos, já não a advogada que queria ser quando entrei em Direito, a trabalhar com palavras — traduzir, rever, escrever. Defendo que um livro casa com qualquer estação do ano e não sei se bebo café para acordar ou se acordo para beber café. Comecei a colaborar com a Coolectiva inebriada pela lufada de ar fresco que representava. Propus-me a escrever as linhas que cosem a comunidade na crónica Singulares e depois abracei o desafio de ser coordenadora da revista, ou seja, ninja da produção. organização e edição. O futuro é o meu tempo verbal favorito e é um privilégio fazer parte da Coimbra Coolectiva.

Voltar