Marta Melo

Jornalista

martasofiamelo@gmail.com

Sou mestre em comunicação pela Universidade de Coimbra e quase todo o meu percurso passa pelos microfones da TDM-Rádio Macau, rádio pública da região administrativa especial da China. Cheguei em 2006 a Macau. Fui editora e jornalista, coordenei programas e até uma redacção. Da política ao desporto, de tufões a sismos, são infindáveis as estórias coleccionadas e os momentos históricos vividos na primeira pessoa. Sempre em língua portuguesa. Em Portugal, e durante o curso de jornalismo, colaborei com As Beiras e com A Cabra. Depois, em Lisboa, o caminho foi feito entre a rádio (Antena 1 e Rádio 351) e a imprensa especializada na área da economia (Mais-Valia) e do lifestyle e do golfe (Vícios&Luxos e Vícios de Golfe).  O jornalismo levou-me também à Alemanha para uma experiência na Deutsche Welle. 2021 foi o ano de regresso a Coimbra, onde tudo (re)começa.

Nasce o Centro Social e Cultural da Relvinha mas problemas de acesso e integração continuam a pedir soluções

Depois de quase duas décadas de impasse, uma angariação de fundos e um financiamento público permitem concluir o espaço que já tem programação prevista. Mas quem esteve envolvido no processo garante que é só a ponta do icebergue de problemas que persistem, como a falta de acesso aos programas de financiamento e de integração da chamada zona Norte de Coimbra no resto da cidade.

quote-icon
Ler mais small-arrow

Famílias de Coimbra continuam a acolher famílias de refugiados da Ucrânia com «confiança absoluta»

Recém-chegados falam numa convivência e cumplicidade que vão muito além do mero acolhimento, que acontece desde que começou a guerra no país com a Rússia. Falámos com cidadãos já empregados mas quem presta apoio oficial no terreno fala em dificuldades na procura de habitação a preços acessíveis.

quote-icon
Ler mais small-arrow

Saúde em Português presta ajuda humanitária de Coimbra para o mundo e quer mais voluntários

A organização não-governamental local tem vasta experiência em cenários de emergência e comunidades vulneráveis e tem, neste momento, mais uma equipa na Polónia, a apoiar aos ucranianos que fogem da guerra.

quote-icon
Ler mais small-arrow

Cowork em Coimbra «veio para ficar»

Longe da oferta de Lisboa ou do Porto, o coworking em Coimbra tem vindo a ganhar fôlego e é tido como uma aposta de futuro por privados e não só. Descobrimos a oferta na cidade, que varia entre o arrendamento de uma sala à possibilidade de partilhar uma área de trabalho, com diferentes condições e mesmo sectores específicos.

quote-icon
Ler mais small-arrow

Cidadãos Cool: Oksana Sitor Zakharuk

Chegou a Portugal em 2000 e, desde que começou a guerra na Ucrânia, desdobra-se para ajudar conterrâneos que chegam e que lá ficaram. Nos últimos meses deixou de trabalhar, criou uma associação e abriu as portas da própria casa a quem não conhece mas que precisa de um tecto.

quote-icon
Ler mais small-arrow

Comemorações do 25 de Abril: «É preciso mudar e então cantamos mais alto»

Há um espectáculo a convocar crianças e jovens para a ideia e prática da democracia através da música e passou por Coimbra, às portas de mais um Dia da Liberdade.

quote-icon
Ler mais small-arrow
Voltar