Vilma Reis

Jornalista

vilma.reis@gmail.com

Nasci em Belém, estudei em Coimbra, trabalhei no Rio de Janeiro. Comecei como repórter da RUC – Rádio Universidade de Coimbra, o que me levou para a Rádio CBN, pioneira brasileira no modelo all news. Numa redação o tempo passa num instante… então parei a ampulheta e fui estudar divulgação científica na Fundação Oswaldo Cruz, para entender melhor a relação entre Ciência, Comunicação e Sociedade. Enquanto jornalista científica, procuro ser um elemento moderador entre o conhecimento e o público, para a consolidação da cidadania e democracia. Não consigo deixar de ler jornais em papel e para relaxar vejo séries no estilo true-crime. Nos tempos livres coleciono ditados populares como Nem chove, nem o pai morre, nem a gente almoça.

Tomámos a liberdade de entrar na Penitenciária de Coimbra

Das formas das queijadas de Tentúgal à mobília, sapatos e equipamento de conhecidas marcas de café e cerveja, falamos de quem entra e do que sai do secular Estabelecimento Prisional de alta segurança, cujo futuro no impressionante local de origem, no centro da cidade, é incerto.

quote-icon
Ler mais small-arrow

A primeira estudante brasileira em Coimbra chamava-se América do Sul

Nascida no Maranhão, tinha 19 anos quando entrou na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, onde hoje encontramos a bisneta.

quote-icon
Ler mais small-arrow

A história do estudante russo que pediu desculpas às colegas ucranianas

Na noite de quinta-feira, 24 de Fevereiro, Mikhail Zaitsev não dormiu. De manhã, chegou cedo à aula e quando a professora entrou disse: «Preciso dizer algumas coisas para a turma, a senhora permite?»

quote-icon
Ler mais small-arrow

Os aprisionados e encarcerados de Coimbra: a história das cadeias da cidade

Da Portagem aos Arcos do Aqueduto de São Sebastião, passando pela Gafaria e Prisão Académica que é visitável e a única prisão medieval do país.

quote-icon
Ler mais small-arrow
Voltar