Contribuir small-arrow
Voltar à home
Explorem

Tudo o que acontece em Coimbra

Adicionem um evento

Agenda colaborativa

Coisas para Fazer em Coimbra

A previsão é de chuva de propostas culturais até Domingo, com a passagem de um Festival de Inverno bem regado a cerveja artesanal.

Partilha

Explorem

Tudo o que acontece em Coimbra

Adicionem um evento

Agenda colaborativa

whatsapp-icon

Cerveja com comida, convívio, jogos de tabuleiro e insufláveis e mini-golf para os mais novos. É assim que vai estar o Mercado Municipal D. Pedro V este fim-de-semana com o primeiro Strong Beers – Festival de Inverno. Também há Mercado de Trocas na Casa das Artes e muitas propostas culturais por toda a cidade, de música, teatro, conversas, exposições e até meditação zen. Ficam com alguns destaques e para verem tudo basta consultarem a Agenda.

Negócios Eco-lógicos

Quarta-feira, 18 de Janeiro, às 17h30 no Col.eco Baixa de Coimbra

Todas as terceiras quartas-feiras do mês, há um final de tarde à conversa sobre temas da sustentabilidade e ecologia, entre outros, no Col.eco. A ideia é criar dinâmicas de mudança participativa e colaborativa para a Baixa. A primeira conversa conta com a participação de Lívia Humaire, activista socioambiental e autora do livro Negócios Eco-Lógicos na era do Greenwashing. Lívia é consultora e formadora neste tema, geógrafa e mestranda em antropologia e ruptura climática.

Concerto de Ano Novo

Quarta-feira, 18 de Janeiro, às 21h30 no TAGV – Teatro Académico de Gil Vicente

Concerto aberto à população promovido pela Brigada de Intervenção, através da Banda Sinfónica do Exército e da Orquestra Clássica do Centro. É dirigido pelos maestros Renato Tomás, da Banda Sinfónica do Exército e o maestro da Orquestra Clássica do Centro, Sergio Alapont.

Strong Beers – Festival de Inverno

Sexta-feira, Sábado e Domingo, dias 20, 21 e 22 de Janeiro, no Mercado Municipal D. Pedro V

Organizado pela Brew!, em parceria com a Câmara Municipal de Coimbra e a Renasceia, Lda, é um evento de cervejas artesanais centrado na temática das cervejas de inverno. Promete levar ao público 12 marcas de cerveja artesanal, cerca de 50 referências dos mais variados estilos e um programa de actividades para todas as idades.

A Arte da Memória

Quinta-feira, 19 a 25 de Janeiro, vários horários na Casa do Cinema de Coimbra (Galerias Avenida)

Documentário em que o realizador acompanha o processo criativo de três artistas plásticos contemporâneos, Daniel Blaufuks, Pedro Bastos e José Rufino, retratando a forma como diferentes abordagens de expressão convergem num processo de lembrança e significação que associa imagens a lugares, a partir da sua memória e do seu contexto. Um filme de Rodrigo Areias, que estará presente na sessão de dia 22, com Eduardo Brito.

Meditação Zen

Quinta-feira, 19 de Janeiro, às 18h na Casa da Esquina

Oficina de meditação Zen orientada por Nuno Peixinho – com quem falámos sobre práticas religiosas em Coimbra -, aluno de Amy Hollowell Roshi, da Wild Flower Zen Sangha, na linhagem de Taizan Maesumi Roshi. A entrada é livre mas solicita-se a inscrição prévia aqui.

Uma visita ao atelier

Quinta-feira, 19 de Janeiro até 19 de Março, das 10h às 18h no Museu Municipal de Coimbra – Galeria Almedina

Mostra dos trabalhos realizados no âmbito do projecto Entre o Ir e o Vir, o Que Daqui Levo, desenvolvido numa parceria entre a Associação Há Baixa, o CACC e o MMC. A partir de visitas e da realização de oficinas nos núcleos do Museu e no Centro de Arte, o grupo composto por mulheres com +55 anos foi convidado a produzir trabalhos inspirados nestes espaços museológicos e nos seus acervos. A inauguração acontece dia 19, às 12h. 

Jeremias Peixinho

Sexta-feira e Sábado, 20 e 21 de Janeiro no TCSB – Teatro da Cerca de São Bernardo

Jeremias Peixinho conta a sua história desde antes de nascer, dentro da barriga da mãe, seu nascimento, sua relação com os outros até sua última e grande aventura mergulhar definitivamente no seu elemento – a água. Um texto de Mohamed Rouabhi, com produção Cendrev. Duas sessões.

Matinée

Sexta-feira, 20 de Janeiro, a partir das 18h na Casa das Artes Bissaya Barreto

Repete-se todas as semanas, com diferentes Dj’s e os mais variados tipos de música e pode ser acompanhado em www.radiobaixa.com e pelo Mixcloud Live da Casa das Artes.

Sana

Sexta-feira, 20 de Janeiro até 23 de Fevereiro, das 14h às 20h no Centro Cultural Penedo da Saudade

Exposição de 22 peças, em papel, nas quais o artista utiliza técnicas diversas – aguarelas, café, acrílico, esferográficas e marcadores, transpondo um universo onírico, surreal e místico para as suas obras. A arte funciona, para ele, como prática espiritual para atingir o equilíbrio e o estado meditativo. A mostra integra obras do artista que vão do surrealismo ao street art, bem como também à arte visionária. A inauguração acontece às 18h00.

Márcia

Sexta-feira, 20 de Janeiro, às 21h30 no Convento São Francisco

Cantora apresenta o novo álbum, Picos e Vales, na Sala D. Afonso Henriques. Um concerto intimista,
preparado ao detalhe para um ambiente único: a antiga igreja do Convento. Com uma carreira pautada pela consistência artística, Márcia ficou conhecida, em 2009, pelo tema A Pele que Há em Mim, mas foi somando muitos outros sucessos ao seu currículo e realizando o seu caminho na história da música portuguesa. Com três nomeações para os Globos de Ouro, este novo trabalho, conta com singles como Já Passou da Hora, Flor e a Fava, Meu amor bem sabes.

Alex Lima

Sexta-feira, 20 de Janeiro, às 21h30 no Liquidâmbar

O músico brasileiro radicado em Coimbra vai proporcionar mais um serão de música brasileira, com surpresas e incursões de outras vozes e outras palavras.

Broken Time Machine

Sexta-feira, 20 de Janeiro, às 22h no Salão Brazil 

Concerto da banda formada por Pedro Ramos, Diogo Joaquim, Francisco Santos, Carlos Martinho e Pedro Baptista. Classificando-se como banda de indie-rock, apresentam composições que misturam andamentos e melodias melancólicas do R&B e Blues, com sonoridades explosivas e rítmicas do Pós-Punk e Rock. São inspirados por bandas como The Black Keys, Kings Of Leon, Foo Fighters, Nirvana, entre outras.

Mercado de Trocas

Sábado, 21 de Janeiro, das 15h às 18h na Casa das Artes Bissaya Barreto 

Um mercado onde se pode trocar roupa, calçado, brinquedos ou livros, libertando o que já não se usa e substituindo por algo que se precisa. O objectivo é promover a reutilização do que já existe para evitar a destruição de mais recursos naturais.

Clube do Choro do Porto e Patrícia Lestre

Sábado, 21 de Janeiro, às 21h30 no TAGV – Teatro Académico de Gil Vicente

O concerto 78 Rotações – Libertação da Memória Sonora terá como foco recriações de músicas originalmente gravadas pela indústria fonográfica na primeira metade do século XX, recriadas através de arranjos contemporâneos realizados pelos maestros brasileiros Jayme Vignoli e Marcilio Lopes. O Clube do Choro do Porto é composto por Francisco Bastos (flauta), Saulo Giovannini (vibrafone), Klênio Barros (trombone), Pedro Aragão (bandolim), João Pitta (violão de 6 cordas), Vinicius Lucena (violão de 7 cordas) e Felipe Bastos (bateria) para além de contar com a participação da cantora portuguesa Patrícia Lestre.

Oficina das Palavras do Manuel

Sábado, 21 de Janeiro e também 4 e 18 de Fevereiro, às 15h na OMT – Teatrão

Nesta oficina brinca-se com as palavras, tão ao jeito do Manuel António Pina. Põe-se de pernas para o ar e vê-se o que se esconde por detrás delas, fazem-se malabarismos com letras, mudando-lhes o lugar. Descobrem-se palavras velhinhas e dá-se sentido às que se acabam de inventar. Com Isabel Craveiro, para crianças dos 8 aos 11 anos. Inscrições aqui. O espectáculo Manuel, ou como se desenha uma casa também está em reposição por estes dias: «Um escaravelho da batata, com nome de poeta e com muito que fazer, é quem apresenta as histórias de Manuel António Pina. É um mundo de pernas para o ar, para miúdos e graúdos.»

Filminhos à solta pelo país

Sábado, 21 de Janeiro, às 15h, na Casa do Cinema de Coimbra 

Matiné infantil feita de várias curtas de animação e que integra uma animação portuguesa, acerca de um gigante que descobre um lugar de grande beleza natural e faz dele a sua casa, assim como um pinguim do Pólo Sul, que tenta enviar a sua lista de presentes o Pai Natal, no Pólo Norte.

Vim para enterrar César

Sábado, 21 de Janeiro, das 14h às 18h no CAPC – Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (Sede e Sereia)

Nesta exposição, Gustavo Sumpta apresenta um conjunto de novas esculturas criadas, entre 2019 e 2022, para estes espaços. Segundo o artista, as peças têm tanto de infame como de malditas; um carácter bélico e fúnebre. As suas esculturas são como corpos exumados, numa tentativa de se tirarem do esquecimento, desafiando assim a própria origem da escultura. A inauguração acontece às 18h00 do primeiro dia.

Ruy, a história devida

Sábado, 21 de Janeiro, às 21h 30 no Convento São Francisco 

Simplesmente Ruy ou Ruy de Carvalho, figura máxima do Teatro em Portugal sobe ao palco, abre o coração e conta histórias inéditas da sua longa carreira. Histórias de amor, histórias de humor e até mesmo histórias para emocionar. O público também será convidado a fazer perguntas a Ruy de Carvalho, fazendo desta experiência mais do que um espectáculo, uma conversa intimista entre amigos.

Fushi

Sábado, 21 de Janeiro, às 22h no Salão Brazil

De canções a paletas sonoras futuristas, Fushi criam uma experiência que se assemelha a uma viagem que vai dos sons orgânicos do Jazz às sonoridades da Pop até à desconstrução de tudo isto, num só movimento criativo em cada actuação. Com André Fernandes, na guitarra e electrónica, Sara Badalo, na voz e loops, e Alexandre Frazão, na bateria.

Guardiãs do nascimento

Sábado, 21 de Janeiro, às 15h no Liquidâmbar

Apresentação do trailer do filme «Guardiãs do Nascimento», seguido de uma roda de conversa com várias/os intervenientes ligadas/os à causa do parto humanizado em Portugal. O evento servirá, ainda, para o lançamento oficial do crowdfunding do projecto.

365 Pinguins

Domingo, 22 de Janeiro, às 10h15 no Exploratório – Centro Ciência Viva de Coimbra

Nas sessões Explorastórias de Janeiro, vai-se explorar a ciência que se esconde nas páginas do livro «365 Pinguins», de Jean-Luc Fromental e Joëlle Jolivet. Com a participação da Livraria Faz de Conto (na leitura da história). A sessão repete às 11h45.

Open Day no Canil Municipal

Domingo, 22 de Janeiro, das 11h às 13h e das 14h às 16h no Canil Municipal de Coimbra, (Largo do Choupal)

É possível visitar o canil e conhecer todos os animais que se encontram para adopção. Nesse dia, registam-se isenções de taxas na adopção, o que torna o processo completamente gratuito. Uma medida que visa promover a adopção responsável de animais, que são entregues desparasitados, vacinados, identificados electronicamente , registados e esterilizados, sendo ainda realizada a emissão do respectivo Boletim Sanitário.

*Artigo actualizado às 12:23 de 20 de Janeiro, 2023

Mais Histórias

A rádio que levou mais pessoas ao Salão que já tinha o Brasil no nome

Dedicada exclusivamente à música lusófona, a Rádio Pessoas tem esgotado a bilheteira e aproximado a comunidade naquela que é uma das principais casas de espectáculos da cidade.

quote-icon
Ler mais small-arrow

Coisas para Fazer em Coimbra

Preferem aquecer a dançar com um copo na mão ao fim da tarde ou um quiz sobre acção climática com stand up?

quote-icon
Ler mais small-arrow

A Biblioteca Municipal faz 100 anos e podemos todos celebrar com ela

Desde conhecer escritores como José Luís Peixoto a explorar valências possivelmente desconhecidas, visitamos o espaço cuja reabilitação está na calha há anos – e vai continuar à espera.

quote-icon
Ler mais small-arrow
Contribuir small-arrow