Contribuir small-arrow
Voltar à home
Participem

Semana Europeia da Mobilidade

Participem e manifestem-se

Mais segurança e mobilidade suave em Coimbra

Conheçam

Kidical Mass

Semana Europeia da Mobilidade: vamos falar sobre a Coimbra possível?

Podia ter sido pensada uma praça na urbanização da Portela? Há ruas que podem ser personalizadas? Onde faltam parques infantis? E os que há, podem ter quiosques? Terça-feira, 19 de Setembro, pomos estas e outras questões na mesa com a participação de José Carlos Mota, Carlos Pinheiro, Pedro Costa, Tiago Cardoso e Ana Bastos.

Partilha

Fotografia: @coimbra_futuro.possível

Participem

Semana Europeia da Mobilidade

Participem e manifestem-se

Mais segurança e mobilidade suave em Coimbra

Conheçam

Kidical Mass

A urbanização da Portela é uma das mais jovens, em termos de construção, em Coimbra. Mas por que é que circulam tão poucas pessoas nas suas ruas? Por que é que quase todos os edifícios estão separados por estradas e não há uma praça, onde os vizinhos se possam encontrar ou promover iniciativas? Os pedaços de relvado junto às zonas de estacionamento têm bancos, mas será que alguém se senta lá? Esses espaços contam como zonas verdes para usufruto da comunidade?

Noutras zonas da cidade, os acessos às garagens precisam mesmo de ser arruamentos e ter seis metros de largura? Não deve a gestão urbanística ter em conta a dimensão humana das cidades? A Câmara Municipal não devia ter planos de pormenor para sabermos onde devemos circular a 30km por hora, por exemplo? E onde devem existir mais sombras, mais plantas, mais bancos, mais quiosques de rua, mais parques infantis, mais pontos de encontro? Muitos arquitectos e urbanistas defendem que o papel das cidades é criar cruzamentos. Então por que é que isso não acontece ou acontece apenas em alguns pontos da cidade?

Vamos falar sobre estas e outras questões relacionadas com o desenho urbano em Portugal e em Coimbra, ainda muito condicionado pela tradicional segregação entre a faixa de rodagem e o passeio, sem que haja muitas vezes uma definição hierárquicas das vias e afirmação do seu utilizador prioritário. Como são as cidades dos nossos sonhos? Apostamos que têm mais pessoas, mais lojas, melhores espaços verdes e mais segurança para soltar as crianças na rua, os idosos, cegos, pessoas com mobilidade condicionada. Coimbra pode ser uma cidade mais amiga dos habitantes, menos poluída e menos dividida. Quais são formas alternativas de organização do espaço público?

Na terça-feira, dia 19, às 14h30, moderamos o debate Coimbra, the right place to live (Coimbra, o lugar certo para viver) a convite da Câmara Municipal de Coimbra, com a participação de pessoas que já têm tido voz nas nossas páginas: José Carlos Mota, da Universidade de Aveiro, Carlos Pinheiro, urbanista e autor da provocadora página Coimbra Futuro Possível, Pedro Costa, Tiago Cardoso e a vereadora Ana Bastos da Câmara Municipal de Coimbra. Uma troca de ideias que só faz sentido se a comunidade também estiver presente, por isso venham daí para juntos criarmos pontes e estabelecermos objetivos comuns para Coimbra.

Imagem: Coimbra Futuro Possível

A conversa faz parte do programa da autarquia para a Semana Europeia da Mobilidade que começa dia 16 e vai até 24 de Setembro, com o tema Eficiência Energética. Somos dependentes dos combustíveis fósseis, é um facto, mas a boa notícia é que é possível combatê-la, mas é preciso mudança. A Câmara Municipal de Coimbra junta-se à campanha de sensibilização da Comissão Europeia sobre mobilidade urbana sustentável, que convida vilas e cidades de toda a Europa a reflectir e agir sobre os seus desafios, com um programa que inclui desde o habitual fecho de algumas ruas ao trânsito, uma caminhada inclusiva a um passeio de bicicleta, uma mostra de veículos elétricos, a inauguração do projeto Verde O’Parque, uma visita explicada às obras do Metrobus ou Sistema de Mobilidade do Mondego (SMM), a apresentação pública do Plano Municipal de Ciclovias.

No Dia Europeu sem Carros, 22 de setembro, decorrem diversas iniciativas em vários espaços da cidade. Começa às 8h30, na Escola Básica de Assafarge, com uma acção designada Comboio de Bicicletas, uma experiência piloto em escolas cujos alunos tenham residência próxima. Às 14h30, no Anfiteatro 3.3, da FCTUC, Polo II-UC, o concurso de fotografia Retratar a Mobilidade Sustentável, dedicado à mobilidade sustentável, promovido pelo Comité para o Campus Sustentável da Iniciativa
Energia para a Sustentabilidade da Universidade de Coimbra.

Meia hora antes, às 14h, no Mercado Municipal D. Pedro V, tem lugar a acção Mov’in Your Buddy, um projeto da ESN Coimbra, que promove a comunicação entre os estudantes locais e os estudantes internacionais para que os últimos possam ver as suas dúvidas esclarecidas em relação ao(s) semestre(s) de mobilidade que pretendem realizar. Às 17h, na Rua Manso Preto, há um momento musical, pelo Grupo Cooperante ITERUM da Orquestra de Sopros de Coimbra, e é feito o balanço da interdição à circulação de veículos na mesma rua durante esta Semana da Mobilidade.

Kidical Mass Coimbra, 2022



O programa da Semana da Mobilidade em Coimbra fecha com chave de ouro. No Domingo, dia 24 de Setembro, a Kidical Mass volta a invadir as ruas do centro urbano de Coimbra, com cidadãos de todas as idades a pedalar para dar visibilidade à necessidade e vontade das crianças e adultos usarem a bicicleta nas suas deslocações diárias. O passeio parte da Escola Escola Básica 2/3 Eugénio de Castro, às 10h, e vai até ao Parque Verde. Quem quiser está convidado para um piquenique no final pelo grupo Coimbr’a Pedal, que já em Maio organizou a iniciativa na nossa cidade e com a adesão de mais de uma centena de pessoas, e para partilhar a experiência e as dificuldades encontradas no trajeto. Pelas 11h, Joana Sobral, da Câmara Municipal de Coimbra, apresenta o Plano Municipal de Ciclovias, no Pavilhão Centro Portugal.

Em conferência de imprensa, Ana Bastos já adiantou que o plano para a implementação de novas ciclovias continua sem detalhes, nomeadamente o número de quilómetros previstos, mas garante que há um local em vista e que a ideia é expandir para o interior da cidade. Resta saber quando é que vai deixar o campo das promessas, por alegada falta de verba. Em Março de 2021, também foi anunciada a criação de mais 18km de ciclovia ao longo do leito periférico direito do Mondego, de forma a ligar as povoações que se localizam ao longo da EN111, que, mais de dois anos depois, ainda não aconteceu.

*Artigo actualizado às 14h25 de 18 de Setembro, 2023

Gostaram do que leram?
E repararam que não temos publicidade?

Para fazermos este trabalho e o disponibilizarmos de forma gratuita as leituras e partilhas são importantes e motivantes, mas o vosso apoio financeiro é essencial. Da mesma forma que compram um lanche ou um bilhete para um espectáculo, contribuam regularmente. Só assim conseguimos alcançar a nossa sustentabilidade financeira. Vejam aqui como fazer e ajudem-nos a continuar a fazer as perguntas necessárias, descobrir as histórias que interessam e dar-vos a informação útil que afine o olhar sobre Coimbra e envolva nos assuntos da comunidade.

Contamos convosco.

Mais Histórias

Ana Bastos: «Querem que se faça rápido, mesmo que mal. E é dessa maneira que seremos avaliados.»

As soluções para devolver a rua às pessoas e travar o trânsito automóvel são hoje recebidas pela vereadora como medidas sem apoio eleitoral, numa cidade dependente do carro, sem planeamento e que vê o investimento privado a desviar-se para outros concelhos.

quote-icon
Ler mais small-arrow

Proximidade e uma vida a 30 km/h: soluções para Coimbra na semana da mobilidade

A definição de zonas 30 e de coexistência nos bairros residenciais é o ponto de encontro entre urbanistas, arquitectos, peritos da mobilidade e poder público para desenhar uma cidade com mais vida e menos trânsito. Há já quatro zonas no radar da Câmara.

quote-icon
Ler mais small-arrow

«O sorriso está sempre presente na cara do ciclista»

Seis meses depois da reactivação, o Coimbr’a Pedal está mais activo do que nunca. Entre diversas iniciativas, colaborações e projectos, o grupo que promove a bicicleta como alternativa de transporte em Coimbra criou o selo «bike friendly» para estabelecimentos comerciais da cidade.

quote-icon
Ler mais small-arrow
Contribuir small-arrow