Contribuir small-arrow
Voltar à home

A ilustração saiu à rua num dia assim

Comunidade. Foi essa a palavra/ideia que a Casa da Esquina atirou para as mãos mágicas de Ana Beatriz, Tiago Dinis, Miguel Ruivo, Marco Moura, Constança Duarte, Ricardo Ladeira, Joana Corker, João Oliveira e André Caetano. Uma parceria com a Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra, várias canetas Posca e algum vinil depois o […]

Partilha

Comunidade. Foi essa a palavra/ideia que a Casa da Esquina atirou para as mãos mágicas de Ana Beatriz, Tiago Dinis, Miguel Ruivo, Marco Moura, Constança Duarte, Ricardo Ladeira, Joana Corker, João Oliveira e André Caetano. Uma parceria com a Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra, várias canetas Posca e algum vinil depois o bonito resultado está à vista de todos na Rua Marquise, a exposição/percurso em 9 montras do centro da cidade. Queríamos fazer uma Marquise que mostrasse o trabalho dos ilustradores de Coimbra, os que estão mesmo cá, porque os artistas têm estado mais desamparados nesta fase de pandemia, diz Filipa Alves, representante da Casa da Esquina. 

Estamos numa condição em que vivemos afastados, não podemos estar juntos e foi uma forma de lembrar essa vontade de estarmos juntos e ao mesmo tempo chamarmos a atenção para a comunidade do comércio local, para a comunidade da ilustração, para todas as comunidades que gravitam à nossa volta e juntar as pessoas. Podem ver a Rua Marquise até 16 de Janeiro na Pet & Tea, Briosa, Pastelaria Visconde, Gelataria Così, Fangas Mercearia Bar, A Camponeza, no Tacho, Gang Of Four e Farmavida. Cada obra tem um QR Code que dá acesso à informação de cada autor mas melhor mesmo é ver os vídeos de Tiago Cerveira publicados diariamente na página da Casa da Esquina. Este é primeiro.

Texto: Filipa Queiroz
Fotogaleria e vídeo: Tiago Cerveira 

[post-ad]

Mais Histórias

Festival Política: música cigana local ao palco e as mentiras de Van Der Ding 

É só o aquecimento do evento propriamente dito em Novembro, mas é uma estreia na cidade. Na sexta e Sábado, 10 e 11 de Fevereiro, a «festa da cidadania» chega a Coimbra. Os bilhetes são gratuitos e já podem ser levantados no Convento São Francisco.

quote-icon
Ler mais small-arrow

A rádio que levou mais pessoas ao Salão que já tinha o Brasil no nome

Dedicada exclusivamente à música lusófona, a Rádio Pessoas tem esgotado a bilheteira e aproximado a comunidade naquela que é uma das principais casas de espectáculos da cidade.

quote-icon
Ler mais small-arrow

Coisas para Fazer em Coimbra

Preferem aquecer a dançar com um copo na mão ao fim da tarde ou um quiz sobre acção climática com stand up?

quote-icon
Ler mais small-arrow
Contribuir small-arrow