Contribuir small-arrow
Voltar à home
Associem-se

Centro Norton de Matos

Sigam

Bairro Norton de Matos no Facebook

Vida de bairro: há moradores a unirem-se pela dinamização do Norton de Matos

Há planos para a criação de uma nova associação sócio-cultural, mas a junta de freguesia também tem na calha alterações na organização do trânsito, celebrações dos santos populares e a realização da Feira do Livro de Coimbra na zona do também conhecido por Bairro do Calhabé.

Partilha

Fotografia: Mário Canelas

Associem-se

Centro Norton de Matos

Sigam

Bairro Norton de Matos no Facebook

Foi inaugurado em 1949, em pleno Estado Novo e por causa dele, com o objectivo de alojar as pessoas que moravam na Alta de Coimbra, junto à universidade, devido à expansão da mesma. Destinado à classe média da época, o Bairro Norton de Matos dispõe de uma localização apelativa num planalto que fez com que rapidamente se instalasse uma quantidade significativa de negócios e fizeram com que se tornasse uma pequena cidade dentro da cidade com um elevado grau de independência, algo que não se verificava nos outros bairros da mesma natureza em Coimbra. 

Na verdade, o Bairro Norton de Matos conta ainda hoje com uma panóplia de serviços e estabelecimentos comerciais, principalmente na zona mais próxima do Centro Norton de Matos. Aqui, podemos encontrar restaurantes, cafés, gelatarias, papelarias, farmácias, mercearias, barbeiros e até uma escola primária. A zona leste está mais dedicada à habitação. Mesmo ao nível dos espaços comuns, o bairro está equipado com vários campos de futebol, um parque infantil e geriátrico e ainda praças e espaços verdes encontram-se espalhados por todo o bairro. O desafio é vê-los com pessoas.

/

Habitado maioritariamente pela primeira geração de herdeiros dos habitantes originais e por jovens famílias que se foram instalando nos últimos anos, os espaços públicos e as ruas estão frequentemente vazios. Dos idosos que se confinam às suas casas aos trabalhadores que passam o dia fora e cujos filhos frequentam escolas fora do bairro, cabe aos cafés como o Samambaia, Mónaco e Tétris o papel de polos de convívio social dentro do Bairro Norton de Matos, transversal a todas as gerações, principalmente durante as primeiras horas da noite.

Rui Curado de 26 anos, mora no bairro há cerca de 20 anos e aponta para a importância de criar um maior dinamismo, sobretudo cultural. Diz que seria importante «a criação de uma comissão ou associação sócio-cultural do Bairro Norton de Matos» composta sobretudo por jovens moradores que se predispusessem a dinamizar o panorama cultural do bairro através de concertos, desfiles, mostras gastronómicas, feiras de variadas naturezas e outros eventos do mesmo tipo, e admite que, juntamente com outros moradores, está a trabalhar nesse sentido, estabelecendo contactos com entidades que possam ajudar neste processo ainda numa fase muito embrionária.

João Polónio, proprietário do Café Mónaco, refere que o estabelecimento com oito anos começou como o «típico café de bairro, que entretanto já se transformou num café da cidade» sendo por isso um polo de cruzamento entre habitantes do bairro, clientes habituais e pessoas de outros pontos da cidade. A festa de aniversário deste café é um dos maiores convívios anuais do bairro. Quando lhe perguntámos sobre a dinamização sócio-cultural do bairro, recomendou-nos João Rafael, presidente do Centro Norton de Matos (CNM), entidade de peso no bairro e na própria cidade.

O presidente do CNM há 20 anos conta que «a grande instituição» no bairro tem actualmente cerca de 700 inscritos nas diversas modalidades desportivas e práticas culturais, mas apenas cerca de 10% são moradores no Bairro Norton de Matos. João Rafael queixa-se da falta de juventude na malha associativa, referindo inclusive que «o sócio mais novo já tem cerca de 55 anos». Revela que o centro mantém uma sólida relação de proximidade com a Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais, participando activamente na elaboração de propostas relacionadas com a gestão do bairro e sua dinamização. 

Batemos à porta da junta para falar com o presidente, Francisco Rodeiro, que diz que tem «um carinho especial pelo Bairro Norton de Matos, pela sua qualidade de um dos bairros mais característicos de Coimbra». Soubemos que estão na calha futuras alterações na organização do trânsito, para proporcionar um espaço ainda mais seguro para os pedestres, o plano de levar a cabo um conjunto de celebrações alusivas aos Santos Populares durante o Verão de 2023 e o desejo de receber a Feira do Livro de Coimbra no Parque Linear do Vale das Flores que, apesar de não pertencer ao Bairro Norton de Matos, partilha grande proximidade.

«Profundamente avesso à tutela», Rodeiro deixa o apelo a que as pessoas, sobretudo os jovens, se juntem em torno de iniciativas que desejem ver realizadas, podendo depois contar com o apoio da Junta de Freguesia, visto que o Bairro Norton de Matos não conta ainda com uma associação de moradores à semelhança do acontece noutros bairros.

Mais Histórias

Bloco: viver e trabalhar na Baixa de Coimbra

Visitamos o estúdio de tecnologia fundado em 2015 com o foco no desenho de aplicações nativas Android. Escolheram estar na zona do Arnado e colocaram em prática a semana de quatro dias.

quote-icon
Ler mais small-arrow

Coisas para Fazer em Coimbra

A agenda está bem recheada e diversificada este fim-de-semana, com propostas para todos os gostos, idades e feitios.

quote-icon
Ler mais small-arrow

«Gostamos muito do que fazemos e queremos deixar uma escola melhor para quem vem a seguir»

Melhores condições de trabalho e salariais, a progressão mais rápida na carreira e uma escola pública melhor e mais sustentável movem professores de norte a sul do país. Em Coimbra, a adesão à greve foi quase total.

quote-icon
Ler mais small-arrow
Contribuir small-arrow