Contribuir small-arrow
Voltar à home
Vejam mais

Prata da Casa

Sugiram

Mais convidados

Leiam

Victor Torpedo no Coimbra Out Loud

ūüé• Prata da Casa | √Ä conversa com Victor Torpedo

No rescaldo de uma participação inesperada no concerto dos Coldplay com a banda 5.ª Punkada, e a meio do ano mais profícuo de sempre, Victor Torpedo fala sobre a cidade onde está prestes a estrear um festival de rock.

Partilha

Fotografia: M√°rio Canelas

Vejam mais

Prata da Casa

Sugiram

Mais convidados

Leiam

Victor Torpedo no Coimbra Out Loud

Também podem ouvir no Spotify

Cidad√£o activo e activista, m√ļsico (77, Objectos Perdidos, T√©dio Boys, The Parkinsons, Psicotronics), programador musical do Teatr√£o, √© respons√°vel pela organiza√ß√£o do primeiro Luna Fest em Coimbra, este Ver√£o mas tamb√©m considerado por alguns ¬ęDeus Nosso Senhor dos Connects¬Ľ. Depois de, a convite dos Coldplay, ter subido ao palco do Est√°dio Cidade de Coimbra com a banda 5.¬™ Punkada da Associa√ß√£o de Paralisia Cerebral de Coimbra, Victor Torpedo reclamou nas redes sociais mais visibilidade e acessibilidade para as pessoas com defici√™ncia. Afirma, com experi√™ncia de facto, que a defici√™ncia ainda √© vista ¬ęcomo algo estranho ou alien√≠gena¬Ľ na nossa sociedade e, ao longo da conversa, mostra como al√©m de artista reconhecido √© um cidad√£o activo e solid√°rio dentro da comunidade.

√Ä medida que mergulhamos na m√ļsica e arte onde naturalmente navega, num ano em que est√° a lan√ßar nada mais nada menos do que um disco por m√™s com a chancela da editoria local Lux Records, falamos tamb√©m da cidade. Dos espa√ßos, das gentes, das idiossincrasias mas tamb√©m solu√ß√Ķes para Coimbra que, hoje em dia, pode ter v√°rias car√™ncias mas Torpedo garante que o t√©dio e falta de informa√ß√£o (j√°) n√£o s√£o algumas delas. Refere, por exemplo, uma falta de motiva√ß√£o e necessidade de uma cultura do bom gosto, por exemplo, a prop√≥sito de uma conversa recente com Miguel von Hafe P√©rez, novo curador do CAV, o espa√ßo onde grav√°mos esta conversa com a exposi√ß√£o Now Here, Nowhere, do nosso convidado, como cen√°rio.

Agradecimentos ao CAV – Centro de Artes Visuais.

Gostaram do que leram?
E repararam que n√£o temos publicidade?

Para fazermos este trabalho e o disponibilizarmos de forma gratuita as leituras e partilhas s√£o importantes e motivantes, mas o vosso apoio financeiro √© essencial. Da mesma forma que compram um lanche ou um bilhete para um espect√°culo, contribuam regularmente. S√≥ assim conseguimos alcan√ßar a nossa sustentabilidade financeira. Vejam aqui como fazer e ajudem-nos a continuar a fazer as perguntas necess√°rias, descobrir as hist√≥rias que interessam e dar-vos a informa√ß√£o √ļtil que afine o olhar sobre Coimbra e envolva nos assuntos da comunidade.

Contamos convosco.

Mais Histórias

ūüé• Prata da Casa | √Ä conversa com Lu√≠s Rodrigues

Dias depois de assumir o cargo de programador do Convento São Francisco, conversamos com o também ilusionista, advogado, professor, actor e sobretudo apaixonado por Coimbra, Luís Rodrigues.

quote-icon
Ler mais small-arrow

ūüé• Prata da Casa | √Ä conversa com Ant√≥nio Ferreira

Quase a estrear o novo filme totalmente rodado em Coimbra, António Ferreira revela-nos o seu percurso desde que começou a trabalhar como programador informático, até montar a própria produtora de cinema em Coimbra onde fez um dos filmes portugueses com maior sucesso de sempre.

quote-icon
Ler mais small-arrow

ūüé• Prata da Casa | √Ä conversa com Henrique Saldanha

No Dia Mundial da Criança, conversamos com Henrique Saldanha que está a representar Coimbra na final do Concurso Nacional de Leitura do Ministério da Educação.

quote-icon
Ler mais small-arrow
Contribuir small-arrow